Swift

Minha primeira MUN

MUN, ou Model United Nations, são simulações de conferências das Nações Unidas que visam o entendimento e o compartilhamento de saberes entre adolescentes. O primeiro relato de algo do tipo foi em 1949 no interior dos Estados Unidos. Hoje, com um instituto da ONU especial para o tema e com seu teor revirado para um nível global, as MUNs acontecem em todos continentes e reúnem jovens que gostam de debater posicionamentos individuais de países em relação a x tema. Segundo meu Uber, é coisa de cdf.


O MUN Institute, órgão que rege regras para toda simulação de porte consideravelmente grande, anualmente convoca as entidades organizadoras dos eventos de todo o mundo e os treina para adequarem sua MUN para os moldes da UN4MUN (o conjunto de base). Eu tive a oportunidade de estar na SiNUS (Simulação das Nações Unidas para Secundaristas) organizada pela UnB e com um time de diretores maravilhosos (amém Rafael, Julia e Thaís) do dia 14 ao 19 de junho e, surpreendentemente, eu saí de lá desejando mais. Queria ir direto para a Sinav (Simulação do Colégio Naval) e para a MUNCS (MUN do Colégio Serios).
Se você leu até aqui e não entendeu, vou resumir em poucas linhas a experiência extraordinária de um evento desses: você inicialmente deve inscrever sua delegação (sendo colegas da sua escola ou amigos de outras escolas interessados), nesse processo você deve listar suas representações (países ou organizações) prediletos e os comitês nos quais você deseja os representar. Eu e minha amiga, no caso, fomos delegados da Dinamarca na AGNU (Assembleia Geral das Nações Unidas) e na UNEA (United Nations Environment Assembly) respectivamente. Durante as sessões do comitê você deve defender o que teu país acha mais cabível sobre o tema proposto. Falhei? Mas é claro. Toda vez que levantava minha plaquinha, meu estômago tremia e minha voz fraquejava. Mas tudo em ordem, defendi e alcancei as metas do Reino da Dinamarca.
O Brasil é um dos países da América Latina com maior presença de MUNs e eu, enquanto estudante médio, percebo a falta de conhecimento sobre elas. São testes de liderança, oratória e conhecimento que diversas escolas internacionais apreciam enquanto tática pedagógica. Escolas como o Centro Educacional Sigma, Leonardo da Vinci (DF) e Saint Paul's (SP) possuem simulações internas que treinam os alunos para as maiores de nível nacional ou internacional. Hoje, existe a organização Internationali Negotia, que visa promover simulações acessíveis para adolescentes, realizando anualmente seus eventos em pelo menos vinte estados brasileiros e, em cada um deles, elegendo os melhores delegados para os levar para Brasília, no MIB (Modelo Internacional do Brasil) final, onde os mesmos serão avaliados novamente e competirão entre si. O ganhador ganha uma viagem para a HMUN, simulação da universidade de Harvard.


Em simulações você ganha espaço para clarear sua mente, formar opiniões e conhecer uma galera incrível que foi para lá com as mesmas intenções. Você grita, aplaude diplomaticamente e chora quando o documento de resolução é entregue a mesa. É uma experiência indescritível que espero que vocês procurem ter.
Até.

Leia Também

0 comentários